Perguntas Frequentes

 

Se não consegue encontrar uma resposta para a sua pergunta, por favor contacte-nos

Um código de barras é uma imagem usada para representar uma pequena quantidade de informação que pode ser facilmente lida por um scanner ou aplicação de telemóvel. Os códigos de barras vêm em muitas formas e tamanhos, no entanto, são vistos principalmente em produtos de pequeno comércio para determinar o seu preço e informação durante a venda. Neste caso, o código de barras é simplesmente um número de 12 ou 13 dígitos codificados numa imagem.

O sistema de código de barras foi criado em 1970 por George Laurer, e é um sistema universal para controlo de itens e preços em sistemas de inventário em todo mundo. Actualmente, é usado por quase todos os fornecedores do mundo e opera sob a premissa de que cada código de barras é utilizado apenas em um produto. Portanto, não é possível que o mesmo código esteja em dois produtos diferentes. Este sistema incorpora números UPC-A e a super-série de números EAN-13.

Embora nós possamos fornecer uma ampla gama de códigos de barras para venda (UPC-A y EAN-13) e Códigos QR, códigos 129/39, Códigos de barras ITF-14), nós fornecemos principalmente códigos de barras para venda EAN-13. Estes códigos de barras são mais frequentemente usados em todos os produtos de retalho fora dos Estados Unidos (com excepção de livros e revistas). Os nossos números vêm do mesmo sistema original que os números GS1. No entanto, actualmente estão fora do controle da GS1. Isto significa que podemos vendê-los por um preço únitário.

A resposta curta é: ‘sim’. A grande maioria dos vendedores acha muito mais fácil ter os produtos que entram nas suas lojas com código de barras, pelo que muitos vendedores exigem códigos de barras. Isto significa que os códigos de barras ajudam a expandir a disponibilidade do seu produto. Se vender o seu produto na sua própria loja e não pretende vendê-lo noutro lugar, então pode optar por não usar códigos de barras nos seus produtos. Pode também rotular todos os seus produtos com números de código de barras que não são para retalho, o que pode ser mais barato. Isso porque, se o produto é apenas para uso interno, não precisa ser parte do ‘Sistema de código de barras’.

Os códigos de barras UPC-A e EAN-13 são usados em lojas de retalho em todo o mundo, no entanto, os códigos de 12 dígitos UPC-A são mais comuns nos EUA, tal como os códigos de barras EAN-13 são mais comuns noutros países. No que diz respeito à codificação, esses códigos de barras são muito semelhantes. Na verdade, um código de barras UPC-A pode ser codificado como um código de barras EAN-13 através da adição de um ‘0’ à frente do número existente. Neste caso, a imagem de código de barras será exactamente o mesmo que o UPC-A do código. Os leitores de código de barras normalmente

A melhor prática é obter um código diferente para cada produto ou variação do mesmo. Isso ocorre porque as lojas usam códigos de barras por duas razões principais: 1. Os códigos de barras são usados para obter o preço do produto quando ele é digitalizado no momento da venda. 2. Os códigos de barras são usados para controle de stock e decidir quando repor um item.
Isto significa que se os comerciantes usarem apenas códigos de barras na opção 1, você pode usar o mesmo código para duas variações do produto (por exemplo, cores diferentes do mesmo produto). No entanto, se o vendedor usa códigos de barras da opção 2, será necessário um código de barras diferente para cada produto.
Retalhistas a nível global preferem produtos que sejam fáceis de gerir. Alguns vendedores preferem encomendar os produtos sem ter de contar manualmente quanto têm de cada. Por isso, recomenda-se que tenha um código de barras diferente para cada variação.

Os únicos tipos de produtos de comércio que não usam códigos de barras EAN-13 são livros e revistas. Todos os outros produtos usam códigos de barras EAN-13 ou UPC-A. Pode comprar aqui os seus códigos de barras.

Os nossos códigos de barras são aceites em quase todas as lojas do mundo, no entanto, existem algumas excepções. Lojas exclusivas, tanto quanto sabemos, que não aceitam os nossos números de códigos de barras são “Super Cheap” e “Woolworths Australia Central Branches” na Austrália, “Walmart”, “Sams Club”, “Kroger”, “Fred Mayers”, “Macy & JC Penney” EUA e “Retail Group Super” e “Foodstuffs” em Auckland e Wellington (somente em produtos alimentares). Fora estas lojas, vendemos dezenas de milhares desses números códigos de barras, e nunca tivemos problemas com outras lojas.
Podemos também realizar os relatórios independentemente de verificação, o que significa que os nossos códigos são aceites por mais lojas do que do outro fornecedor.
Para mais informações sobre as lojas que não vão aceitar os nossos códigos de barras e já existentes relatórios de verificação, consulte aceitação de Códigos de Barras.

Não garantimos – Nenhuma empresa de códigos de barras pode garanti-lo. Os vendedores podem escolher os seus próprios requisitos para os seus códigos de barras por isso não faz sentido. Esses requisitos também estão sujeitos a alterações. No entanto, vendemos milhares de códigos de barras em todo mundo e estamos confiantes de que, além das lojas mencionadas acima, os nossos códigos de barras serão aceites. Se não tiver a certeza, por favor, entre em contacto connosco para obter mais informações sobre as lojas individuais.

Se comprar 1 número de código de barra, então este não será fornecido com um prefixo de empresa (nenhuma empresa de código de barras irá oferecê-los). No entanto, se quer comprar 10, 100, 1.000 ou 10.000 códigos de barras, podemos fornecer um prefixo único de empresa. O comprimento do prefixo da empresa dependerá de quantas mudanças são necessárias para fazer um total de 13 dígitos. Então, se pedir 100 códigos de barras o seu prefixo de empresa será 1 dígito mais comprido do que se encomendasse 100.

Um código de barras é simplesmente um número exclusivo codificado numa imagem. Como tal, não contém qualquer informação sobre a empresa ou produto codificado nele. Quando o código de barras chega às lojas, as informações do produto são adicionadas ao sistema de loja para que as informações no computador sejam associadas com as informações do produto quando o código de barras é digitalizado.

Pode solicitar um código de barras aquí. O código de barras EAN-13 é a primeira opção disponível. Aqui também pode optar por comprar o registro de código de barras. Ao verificar, pode optar por fazê-lo através de cartão de crédito ou Paypal. Uma vez que o pagamento tenha sido feito, enviaremos um e-mail com imagens de código de barras em anexo. Se preferir pagar por transferência bancária ou outro método alternativo, entre em contacto connosco.

Ao receber o seu número de imagens de código de barras em anexos, pode simplesmente incorporá-las nas suas embalagens de produtos ou imprimir etiquetas adesivas. Pode também redimensionar o código de barras antes de fazer isso, se desejar. No entanto, deve tomar cuidado com as dimensões do código de barras. Quando o comercio de retalho recebe o código de barras, vai digitar o código de barras no seu sistema e adicionar as informações do produto para que, ao ser lido o código a informação apareça automaticamente.

Sim. Nós podemos fornecer códigos de barras EAN-13 (usado mundialmente) e códigos de barras UPC-A (para uso nos EUA).
Os nossos códigos de barras são usados atualmente nos seguintes países: Austrália, Bahrein, Bélgica, Brasil, Camboja, Camarões, Canadá, Ilhas do Canal, China, Ilhas Cook, Curaçao, Chipre, Dinamarca, República Dominicana, Timor Leste, Inglaterra, Fiji, Finlândia, França, Alemanha, Gana, Grécia, Hong Kong, Índia, Irlanda, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Jersey, Kiribati, Kuwait, Líbano, Lituânia, Malásia, Malta, Maurícias, México, Moçambique, Holanda, Nova Caledônia , Nova Zelândia, Nigéria, Noruega, Papua Nova Guiné, Portugal, Rarotonga, Ruanda, Singapura, Escócia, Eslováquia, Eslovénia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Sultanato de Omã, Suriname, Suíça, Taiwan, Tailândia, Tonga, Emirados Árabes Unidos Unidos, Uganda, Reino Unido, EUA, Vanuatu, Nigéria, País de Gales, e Zâmbia.
Esta lista está em constante expansão então por favor avise-nos se o seu país não está listado e verificaremos se foi recentemente adicionado. Ou então você poderá ser o primeiro.

Oferecemos números de códigos de barras legais e acessíveis através de um pagamento único. algumas das nossas características incluem:

1. Códigos barras baratos – 1 pacote de Códigos de Barras pode ser obtido a partir de 20 euros ou menos.
2. Sem custos subsequentes – os códigos de barras são vendidos por um preço unitário, assim paga apenas uma vez.
3. A imagem de código de barras é fornecida – também fornecemos as imagens de alta resolução (600ppp) em 5 formatos diferentes (bitmaps, EPS, TIFF, JPEG e PDF) para sua conveniência.
4. Sem subscrição obrigatória – o que inclui formas que consomem tempo e tarifas que consomem dinheiro.
5. Serviço rápido – receberá os códigos de barras imediatamente (Se pedir um código de barras para venda) ou em menos de 12 horas. Podemos apressar a entrega em caso de urgência.
6. Podemos fornecer os relatórios de verificação credenciados e relatórios de verificação independente, o que significa que os nossos códigos de barras são aceites em mais lojas do que qual quer outro revendedor.
Por favor, veja “por que comprar connosco” para mais informações.

Sim, garantimos que os números de código de barras que vendemos nunca foram vendidos ou utilizados antes. Os nossos números são únicos e têm sido originados pelo Conselho de Código Uniforme (agora GS1 US). Nós fornecemos certificados de garantia que podem ser usados como prova de que é o proprietário do seu número de código de barras. Também temos a garantia por escrito da empresa de onde provêm esses códigos de barras, atestando que estes números são apenas revendidos por nós – a empresa onde nós adquirimos os códigos de barras é recomendada por George Laurer (inventor do código de barras UPC). Além disso, os nossos números são verificados contra o uso ilegal na Internet antes de serem vendidos para que tenha a certeza de que no momento da venda, ninguém o usa ilegalmente.

Não. Uma vez que compre um código de barras, é seu para a vida e você é livre para usá-lo como quiser. Nós temos uma selecção de códigos de barras onde não exigem taxas anuais, uma vez que, actualmente, eles estão fora do controle da GS1. Nós estendemos este benefício ao consumidor.

Na década de 1990, a GS1 foi criada em quase todos os países do mundo. Eles criaram a licença de 13 dígitos de código de barras para os seus membros (e como foi descrito anteriormente foram cobradas as taxas de adesão e filiação). No entanto, houve uma organização separada nos EUA – o Uniform Code Council (UCC) que vendeu números de código de barras de 12 dígitos para os seus membros com um único custo (não havia taxas posteriores). A UCC tornou-se assim uma concorrente efectiva da GS1. O sistema de 12 dígitos deriva do sistema eficaz de 13 dígitos.
No final de 1990, a UCC fundiu se com a GS1, tornando-se a GS1-EUA. Como parte dessa mudança, eles decidiram começar a cobrar taxas para as licenças anuais para todos os seus membros, incluindo aqueles que tinham pago a taxa fixa na década de 1990. Naturalmente, muitos de seus membros não estavam contentes com as novas taxas anuais por licença, e um grupo acabou por processar GS1. Este grupo ganhou o processo no início dos anos 2000, resultando em um acordo multi-milionário contra a GS1. Outra consequência deste caso é a prova de que os números originais emitidos pela UCC na década de 1990 estão fora do controle da GS1, e portanto, não necessitam de taxas de licenciamento. Estes números são comprados por revendedores e depois são imediatamente vendidos. Estes são números “novos” porque nunca foram usados ​​em qualquer produto e são parte do sistema GS1.
Estes números são vendidos individualmente para as pequenas empresas que têm apenas um ou dois produtos e não podem pagar altas taxas de adesão e de inscrição.

Não, não existe nenhuma base de dados oficial atualizada para registrar os códigos de barras (nacionais ou internacionais). O registo de Código de Barras não é necessário. Em vez disso os revendedores e GS1 devem garantir que cada número foi vendido apenas uma vez, e o cliente (você) deve garantir que cada código de barras é usado em apenas um produto. A oferta de serviço de registro de código de barras é opcional e tem várias vantagens. Por favor, veja aquí para mais detalhes.

George Laurer inventou o Sistema de Código de Barras UPC-A de 12 dígitos, enquanto trabalhava para a IBM. George apoiava revendedores de códigos de barras como nós, e não concordava com a forma como a GS1 decidiu restringir a entrada no mercado através da cobrança de taxas elevadas.

A Rede Internacional de Códigos De Barras foi formada para aumentar a disponibilidade de códigos de barras e informações para os revendedores. Isto é feito para apoiar os comércios locais e fornecer números de código de barras de revendedor a um preço razoável na língua nativa do cliente.

Sim, pode imprimir o código de barras em algo diferente de branco ou preto, mas a facilidade de digitalização do código de barras depende de um bom contraste entre o fundo e as barras. Por exemplo, um código de barras amarelo sobre um fundo branco, não funciona bem, enquanto um azul num fundo branco, provavelmente será bem lido. Lembramos que é boa ideia digitalizar ou rever antes de imprimir em seus produtos.

O seu código de barras começa com ’07’. Isto significa que o código de barras é originário dos Estados Unidos, mas não tem nada a ver com a origem do produto. Os produtos podem ter, sem problema nenhum, o código de barras de outro país.

Se tiver outras dúvidas entre em contacto connosco. Se está a comprar os seus códigos de barras pode fazê-lo aquí.